Hora da história: como fui contactada pelo povo de Shambala (antiga Lemúria)

Imagem

Quando me tornei vegana eu percebi em 2 meses que estava mais calma, com o tempo percebi a auto-estima e auto-confiança crescer mas só anos depois é que posso compreender tudo o que aconteceu: sem me alimentar da mais baixa vibração: o medo dos animais que morreram traumatizados e o carma de ter causado isso me deixou leve e minha freqüência subiu

Muitas coisas foram mudando. Após a desintoxicação do medo eu finalmente fui contactada pela minha família estelar e ela me ajudou à curar.

Mais ou menos em 2014 ou 2013 eu estava meditando e quando converso com Guias geralmente ouço telepaticamente.

Um Ser pediu licença durante minha meditação. Era o Antanã de Shambala. Eu devia estar com uma vibração particularmente alta naquele momento para conseguir ouvi-lo. Ele perguntou se eu gostaria de conhecer Shambala e aceitei é claro, toda feliz. Ele disse então que naquela noite eu faria viagem astral para lá.
Tenho uma leve sensação que então ele veio me buscar e me guiou para lá mas não me lembro conscientemente disso.

Shambala é um paraíso. Eles mantiveram a cidade como foi antes de subirem em densidade. Ela é feita de pedra. Os Seres de lá tem no mínimo uns 2 metros de altura e vestem robes que lhes cobrem do pescoço até os pés e usam uns turbantes compridos da mesma cor na cabeça.

Antanã é um sábio de seu povo.
Nós conversamos muito e ainda, tantos anos depois parece que consigo me lembrar mais e mais informações. Não sei se essas informações estavam esperando para serem ativadas no momento certo ou em minha forma 3d levo tanto tempo assim para entender o que um Ser de tão alta vibração - quinta - tinha à dizer.

Na hora de comer fiquei preocupada pois eu não sabia que eram de quinta dimensão (da quinta densidade para cima todos superaram o mal e não comem animais ou machucam ninguém) e fiquei olhando em pânico para a mesa, procurando carne ou algo assim, eu estava tão feliz e me sentindo bem-vinda mas não iria comer carne, leite e outras incríveis crueldades para agradar ninguém. Eu não quero saber se sou uma convidada. Eu estava nervosa imaginando que teria de falar e não queria ser rude. Então percebi que todas as cestas tinham frutas - somente frutas, mais nada.

Eu também havia esquecido que eles eram telepatas (rs) e eles estavam sorrindo para mim, umas 200 pessoas, sabendo o que eu estava pensando. Pois é, um tanto embaraçoso, eu tinha esquecido! Eles pelo jeito não conhecem a palavra ou o conceito pois me disseram que eram vegetarianos. A verdade é que não havia crueldade nenhuma então eles eram veganos, mas é claro que eles não conhecem todos os termos que temos aqui. Existe uma dieta em 3d mesmo, e tem pessoas hoje em dia já que só se alimentam de frutas. Com morte e dor nosso corpo não ficaria cristalino, portanto todas essas pessoas e doutrinas espiritualizadas não estão se atualizando ou não tem fontes de informação confiáveis se elas não mencionam veganismo. É essencial para a ascenção.

Eles todos se curvaram para mim, não que eu era acima deles mas com telepatia de sentimentos eu sabia que eles faziam isso com todos convidados. Mesmo assim é uma honra ir para lá e precisamos elevar muito a vibração para conseguir. Eu talvez nem estava tão bem assim pois não consegui trazer as memórias da viagem inteira, mas o pouquinho que trouxe ainda me fazem suspirar. É mágico saber que existem inúmeros, infinitos lugares tão lindos em esferas superiores.

Eu me curvei em resposta mas fiquei na posição por mais tempo. Estava muito grata. Eu já os amava, você só precisa vê-los para se apaixonar.  Estava tão emocionada que segurei muito para não chorar. Eles todos olhavam e sorriam para mim e dificilmente nos sentimos tão aceitos e amados aqui no nosso mundo, o amor deles era palpável que eu mal conseguia respirar. Eles eram lindos. A vibração deles era linda. Imagine um lugar onde todos ali mesmo que estranhos são confiáveis como o melhor amigo que você tem, como se fosse sua família! Imagine um mundo assim.

É assim que eles eram. E eles trabalharam duro em integridade, amor incondicional e espírito para chegar lá. Nós vamos chegar lá.

Duzentas pessoas de várias 'classes' se sentavam à mesma mesa comendo juntos. Sem hierarquia, sem fama, sem todas maluquices que inventamos aqui. (Eu jamais sou fã de celebridade alguma ou sigo religiões/cultos, isso é dar sua energia para eles). E para explicar o que quero dizer com classe, quero dizer que de repente eu simplesmente sabia que Antanã e uns três pertos dele eram Sábio anciões e por isso as pessoas os respeitavam, mas eles não se faziam de maiores como por exemplo o Papa aqui que se veste de ouro, é inacessível e tem dinheiro para andar com anel de ouro mas deixa criancinhas morrerem de fome na África.
Eles somente eram de classe mais elevada por saberem mais, serem mais velhos e todos naturalmente respeitavam eles. Mas eles eram simples, doces, gentis, amorosos e os mais acessíveis à qualquer hora do dia, eles eram os que mais serviam o todo. Todos eram telepatas então eles simplesmente sabiam que Antanã e outros Sábios sabiam um pouco mais mas não havia idolatria, as pessoas podiam falar com eles no mesmo tom como quando falavam com qualquer outro.

Eles viviam assim, um montão de gente junto, não que viviam no aperto ou algo assim. Eles tinham suas casas de pedra dentro da natureza, não destruindo a natureza e então levando o material morto para outro lugar.

Aquele povo realmente se ama.

Ás vezes fico em dúvida se estou recobrando memórias de lá, se eles estão me enviando informação e estou fazendo 'downloads' neste exato momento ou se astralmente viajei para lá mais vezes.

Animais que seriam predadores aqui também são mais evoluídos lá e não machucam ninguém. Lá animais não tem medo de pessoas pois não precisam ter.

Eles são os antigos Lemurianos. Não que todo Lemuriano hoje vive em Shambala, mas muitos moram ali. Há outras cidades astrais no interior da Terra assim como nos nossos céus, elas só estão em outra dimensão.

Eu sempre senti que eles queriam que eu passasse este contato/história para vocês mas nunca tinha certeza. Mas ao me livrar da vibração do medo me sinto também cada vez mais espiritualmente forte e poderosa, e faz uns dias que vim sentindo que devo contar e simplesmente ouço minha intuição hoje em dia sem pensar duas vezes. Antigamente só ouvia minha intuição em caso de vida ou morte.

Também recebi que não importa quanto barulho e bagunça fazemos aqui em cima eles sempre continuam nos amando, rezando, desejando e auxiliando para evoluírmos acima do estado de barbárie que estamos. Para encontrá-los ninguém precisa se especial, basta elevar sua vibração:

Seja vegano, ajude humanos e animais (se você ouviu falar de alguém ou animal precisando de ajuda é o universo acreditando que você pode, se ignorar quando precisar ninguém irá aparecer também), ame-se, cuide para que cada ação sua beneficie todos ou ao menos não machuque ninguém (ou seja, ser consciente), viva para si mas também pelo todo, medite, tenha gratidão, cure-se, trabalhe os defeitos, aceite-se como é, seja verdadeiro... É fácil mas talvez não.. Se alguém me desse esses passos muitos anos atrás quando eu estava bloqueada por traumas e sofrimento então eu acharia impossível encontrar os Shambalanos. Eu conseguia fazer a maior parte durante toda minha vida, mas não acho que me amava, eu me sacrificava demais e muita gente se aproveitou de mim. Tive que cair num poço bem fundo para acordar e impor limites. É isso que a depressão é: você cava e cava até achar um tesouro, lá no fundo, na solidão e escuridão e quando sair é uma nova pessoa como uma fênix.

Eles também disseram que quando eu desencarnar, se por acaso eu estiver confusa ou simplesmente quiser morar ali pelo tempo que eu quiser eu poderei fazer isso. Também posso ir para Aruanda.
O que fazemos em vida (ou no caso da Aruanda quando fui escrava Africana, em vidas) é o que abre as portas para mundos melhores e fora do ciclo reencarnacional. Esta é minha última vida aqui. Cansei!

Espero que tenham gostado da história, qualquer pergunta é só deixar comentário.

Nenhum comentário :

Amor Vegano por Animais, Gifs & Pixels